Geral

Zona Oeste Mais Saneamento recebe Prêmio Faz Diferença na categoria Desenvolvimento do Rio


Foto: firjan.com.br

A concessionária Zona Oeste Mais Saneamento recebeu nesta segunda-feira, 30/11, o Prêmio Faz Diferença – uma parceria do jornal O Globo com a Firjan – na categoria Desenvolvimento do Rio. Na solenidade on-line, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente da Firjan, ressaltou a importância do setor, que responde por um potencial de quase R$ 23 bilhões em investimentos para a universalização do serviço de água e esgoto em todo o território fluminense, impulsionando setores como plástico, metalurgia, cimento, siderurgia, química, metalmecânico e cerâmica.

Eduardo Eugenio pontuou que o saneamento é o quarto eixo do “Programa de Retomada do Crescimento em Bases Competitivas do Estado do Rio de Janeiro, elaborado este ano pela federação e apresentado à Assembleia Legislativa (Alerj) e ao governo estadual. O documento mapeia 142 oportunidades de concessões e parcerias público-privada (PPPs), que somariam investimentos de quase R$ 55 bilhões.

“A participação do setor privado no saneamento deverá ser ainda maior com o avanço do marco legal do segmento. Estamos no aguardo da apreciação, pelo Congresso, dos vetos ao projeto – que precisam ser mantidos, para potencializar os investimentos”, enfatizou o presidente da Firjan, observando que está em andamento o processo de concessão da Cedae, cujo edital deve ser publicado até 18/12. Outro ativo da maior importância para o Rio – acrescentou ele – é a nova lei do gás natural, que tem potencial para alavancar outros R$ 45 bilhões em investimentos. “Vamos mudar o perfil econômico do estado com essas duas medidas que o Congresso está examinando”, previu.

Programa de qualificação

Ao receber o prêmio na categoria indicada pela Firjan, Sinval Andrade, diretor-presidente da Zona Oeste Mais Saneamento, apresentou dados do trabalho realizado pela concessionária: em 2012, quando começou a operar, havia 5% de coleta e tratamento de esgoto na região e hoje o percentual chega a 40% nos 22 bairros onde atua, somando investimentos de mais de R$ 600 milhões. “Mas há ainda um grande desafio, porque isso significa que, de cada cinco casas, três ainda não têm coleta e tratamento”, completou.

O executivo fez questão de destacar a importância do principal elo de integração da empresa com a comunidade local: o programa Qualifica Mais, investimento social em parceria com a Firjan SENAI SESI, de formação de bombeiro hidráulico. O programa visa a apoiar o desenvolvimento de habilidades sociais para ampliar as chances de empregabilidade. Em três anos, formou 58 alunos, sendo 13 mulheres, para atuarem em instalação e manutenção de sistemas hidráulicos. Do total, 25 estavam empregados ou atuando como autônomos após a conclusão do curso. “O Qualifica Mais vem nesse sentido, de contribuir e fazer a diferença no emprego e na renda dos moradores”, afirmou Andrade. De acordo com ele, a comunidade pede a replicação do projeto, que aumenta a autoestima da população e sua capacidade de gerar renda. Com isso, a iniciativa acontece desde 2017.

Tendo os colunistas do Globo Míriam Leitão e Ancelmo Gois como apresentadores, o Faz Diferença homenageou ainda o ministro Celso de Mello, que deixou o Supremo Tribunal Federal após 31 anos, e foi eleito Personalidade do Ano de 2019. O prêmio, que é concedido a 16 categorias, além do título de Personalidade do Ano, será entregue aos demais ganhadores durante esta semana, em encontros virtuais.

Clique aqui para conferir a lista completa de ganhadores em todas as categorias. 

 

Assista à live de premiação da categoria Desenvolvimento do Rio:

 

Fonte: firjan.com.br
Foto: firjan.com.br