Notícias

SOLARIZE: EMPRESA ASSOCIADA AO SINDISTAL RECEBE SELO SOLAR DO INSTITUTO IDEAL


Na quinta-feira (31/10), Hans Rauschmayer, sócio da Solarize, empresa especializada em projetos e parcerias para a instalação de sistemas de energia solar e associada ao SINDISTAL, recebeu o Selo Solar, como proprietário da primeira residência da cidade do Rio de Janeiro, a ter o sistema de energia solar fotovoltaica conectada à rede.

A casa, onde também funciona uma empresa, recebeu a certificação que foi concedida apenas a locais da Bahia e de Minas Gerais, pela instalação de equipamento que aproveita a energia do sol para gerar eletricidade. A cerimônia de entrega do Selo foi feita pelo presidente do Instituto Ideal, Mauro Passos.

O sistema da casa, que funciona desde agosto, foi o primeiro da cidade a ter energia solar fotovoltaica conectado à rede. Para o proprietário da residência e da Solarize, empresa especializada em projetos e parcerias para a instalação de sistemas de energia solar, Hans Rauschmayer, os investimentos só compensaram.
Segundo ele, a conta do primeiro mês com eletricidade solar, tirando-se os valores dos investimentos, apresentou uma economia de 58%. Além de reduzir em 58% o valor da conta de luz, Hans comemora os 128 quilos de CO2 por mês que sua família deixou de emitir com o uso da fonte limpa. “Quem usa energia solar mostra que está assumindo responsabilidade com o meio ambiente e a segurança energética do Brasil”.

O sistema fotovoltaico da residência foi desenvolvido em parceria com o engenheiro eletricista e empresário associado ao SINDISTAL, Paulo Marcial, da Polo Engenharia e é composto por nove módulos de 235 watts. O inversor do sistema, com potência de 2,0 kW, possui ainda um servidor web (em teste), que permitirá a mensuração dos dados pela internet.

“Receber o Selo Solar é sobretudo o reconhecimento da seriedade do nosso trabalho. O Selo tem critérios rígidos, sendo assinado pelo Instituto Ideal e pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Um dos critérios é gerar, no mínimo, 50% da energia consumida através do sol. Os benefícios de se obter o Selo é que ele é uma ferramenta de marketing, pois permite mostrar ao público o comprometimento com energia solar e empenho para reduzir o aquecimento. Conforme pesquisa, no site do selo solar, essa ferramenta transmite reputação e prestígio ao beneficiário, sendo um grande diferencial, neste caso para a Solarize, perante os concorrentes” – citou Hans.
O Selo Solar, conferido pela instalação do sistema, também vai ajudar a consolidar a imagem da empresa. “A Solarize não somente oferece treinamentos e consultoria nesta área mas também coloca suas ideias em prática. Já estamos recebendo muitos pedidos de cotação de pessoas físicas e empresas interessadas pela implementação da energia solar. A Solarize é requisitada cada vez mais para seminários e congressos e com a conquista do Selo Solar, a procura deve aumentar”, conclui.

Sobre o Selo:

O Selo Solar foi criado em 2012, como um reconhecimento para instituições públicas e privadas e proprietários de edificações que consomem um valor mínimo anual de eletricidade solar ou que têm pelo menos 50% do seu consumo de eletricidade vindo de fonte solar.
O Selo é uma iniciativa do Instituto Ideal e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH e do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW).

Além do Presidente do Instituto Ideal, Mauro Passos, estiveram presentes na cerimônia, Jürgen Beigel, da (GIZ – Agência de Cooperação Técnica Alemã), e Priscila Maria Barra Ferreira (Superintendência Técnica de Alta Tensão – Light), Lucas Paulis e Layse de Vasconcellos Honório (Gerência de Planejamento da Expansão AT – DTE – Light) e Antonio Raad (Gerência de Estratégias de Sustentabilidade, Eficiencia Energética – Light).

Confira as fotos aqui:


Fonte -Fonte: Sindistal / Solarize