Geral

Revestimento de plástico protege e aumenta vida útil de estruturas de concreto


Solução da AGRU pode ser usada em tubos e reservatórios de água.

A AGRU, fabricante austríaca de tubos e conexões plásticas de alta resistência, com escritório e estoque local em Barueri, SP, desenvolveu a linha Agrusafe de chapas para proteção de estruturas de concreto novas ou existentes, como tubulações, reservatórios, canaletas e diques de contenção, impedindo a ocorrência de vazamentos ou infiltrações de água.

Revestimento de plástico protege e aumenta vida útil de estruturas de concreto

“O revestimento oferece estanqueidade absoluta, aumentando a vida útil das estruturas”, diz Daniel Nogueira, gerente comercial da AGRU no Brasil. A chapa é produzida em plástico de engenharia, como PEAD, PP, PVDF e ECTFE, conforme a necessidade de resistência química ou a temperatura, dependendo do líquido a ser transportado ou armazenado. A fixação é feita na estrutura com um sistema patenteado composto por “nós” de ancoragem (420 nós/m2) em uma das faces, extrudados no momento da fabricação da própria chapa. “Mesmo fissuras que ocorram posteriormente no concreto são colmatadas de forma segura”, afirma o gerente. Segundo ele, o material é flexível, o que garante a estanqueidade do sistema no caso desse tipo de falha na estrutura de concreto.

A AGRU também fornece chapas para revestimento de reservatórios de água potável em PE 80 azul, sem plastificantes e resistentes ao cloro até 3 mg/L, que asseguram uma vida útil de décadas dos tanques.

As chapas para revestimentos de estruturas de concreto e de tanques metálicos ou outros tipos de aparelhos fazem parte do amplo portfólio de produtos em plástico da AGRU, que fornece desde produtos semiacabados até peças de moldagem por injeção. Fundada em 1948, a empresa conta com unidades fabris na Áustria, Alemanha, China, EUA e Polônia. Em 2017, foi a primeira fabricante do mundo a mudar toda a gama de conexões de seu sistema Agruline de tubulação PE100 para o PE100-RC (o sufixo RC significa resistant to cracking, ou resistente a fissuras), com diâmetros de 20 a 3500 mm. “Também contamos com tubos de até 3500 mm, o maior diâmetro em PEAD extrudado do mundo”, diz o executivo.

No Brasil, devido à dificuldade de importação de tubos, a AGRU tem dado ênfase à venda das conexões plásticas por eletro e termofusão, fornecidas em todas as configurações, como T, joelhos, curvas de 45 e 90 graus, luvas e T de serviços. Os segmentos de saneamento e indústria estão entre seus principais mercados.

“Estamos apresentando as vantagens do material termoplástico nas instalações industriais e mostrando que é tendência lá fora”, diz o gerente. Segundo ele, indústrias químicas, farmacêuticas e de semicondutores estão entre os principais clientes no exterior, que conduzem água com temperatura elevada e misturada com elementos químicos corrosivos e abrasivos.

Além do PE100-RC, a empresa trabalha com PP, PVDF, ECTFE e FEP. Em casos mais extremos, a companhia fornece o PFA, material resistente ao ácido sulfúrico com concentração de 98% e suporte a temperaturas de até 260°C.

Com mais de 1000 funcionários ao redor do mundo, a AGRU fornece produtos para mais de 150 países. Na América Latina, conta com unidades comerciais no Brasil e Chile com estoque para entrega imediata e equipe técnica-comercial.

 

Fonte: www.arandanet.com.br