Eficiência Energética

PERSONALIZE A CASA PRÓPRIA DURANTE A CONSTRUÇÃO


A novidade do momento para quem compra um imóvel é poder personalizá-lo ainda na planta. Construtoras criaram um departamento exclusivo para atender a nova de manda dos compradores. Entre os itens que podem ser alterados estão: as plantas e os materiais de acabamento. Em alguns casos, não há custo para o cliente. Empresas como a Brookfield, Concal, Even, João Fortes Engenharia, MDL Realty e Queiroz Galvão já oferecem o modelo.

A Brookfield, por exemplo, tem o Brookfield ID, um diferencial para alguns empreendimentos. As opções de planta geralmente não apresentam custo adicional. Já os kits de acabamentos representam custos, pois são materiais diferenciados e desenvolvidos por uma equipe de arquitetos.

Conforme a arquiteta da MDL Realty, Niceli Maini, desde o lançamento do Bourgogne, foram apresentadas aos clientes duas opções de planta. “Temos a opção de abrir ou não cozinha para a sala de estar, integrando além da varanda estes dois ambientes”, diz.

Já o arquiteto Sérgio Caldas, da Concal, diz que seus projetos sempre apresentam um diferencial ao comprador. “Hoje, a integração da saia com a cozinha ou da varanda com a cozinha é muito comum nas plantas do imóvel, sejam eles populares ou de alto padrão”, destaca.

Ele explica que a tendência que chegou com força no país, promove a socialização dos ambientes e faz da varanda um espaço independente.

Modificações feitas durante a construção:

A vantagem de se personalizar um imóvel na planta é que as modificações serão feitas durante a construção do empreendimento. Na João Fortes Engenharia há o sistema Option Line para plantas e materiais de acabamento.

A Queiroz Galvão oferece opções aos clientes.
“Antes dos lançamentos, realizamos pesquisas com consumidores para entender o que eles querem. Com isso, mostramos que somos flexíveis” – diz Pedro Cunha, diretor regional da construtora.

Já no Elo Residencial Clube, do Grupo Avanço Aliados, será possível ampliar a cozinha. A Life Construtora tem plantas flexíveis e o próximo empreendimento terá a possibilidade de aumentar o número de suítes.


Fonte -Fonte: O dia / Cristiane Campos