Geral

Passarelli prevê crescimento de 60% em volume de negócios em 2021


Empresa de engenharia mira obras de infraestrutura, com foco em saneamento.

Após um ano de retração econômica, causada pela pandemia de Covid-19, o setor privado comemora a retomada gradual de processos para novas concessões junto ao Estado e à União. Retomados em agosto passado, após seis meses de congelamento, os leilões voltaram a ganhar fôlego, principalmente na área de saneamento, com a aprovação do novo marco regulatório.

Otimista com o cenário positivo, a Passarelli Engenharia e Construção prevê um crescimento de cerca de 60% em seu volume de negócios em 2021, o que significa quase duplicar seu tamanho atual. A empresa deverá focar seus negócios em obras de infraestrutura na área de saneamento, além de construção e/ou revitalização de aeroportos, com muita expectativa na sexta rodada de concessão prevista para o segundo semestre deste ano, mas também aposta no setor imobiliário e de edificações para contribuir à conquista de suas metas.

“De modo geral, encerramos 2020 com resultados bem acima do esperado: superamos as metas, em geração de caixa, Ebitda e conquistas (com um backlog de mais de R$ 3 bilhões), o que nos faz acreditar que este ano será ainda melhor”, prevê o CEO Paulo Bittar.

De acordo com a CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção, o Produto Interno Bruto do segmento deve avançar 4% este ano. Com cinco novos projetos imobiliários previstos para 2021, o executivo avalia que “é natural que a projeção do PIB incentive o investimento privado, principalmente no setor imobiliário, já que o momento atual oferece facilidades de crédito para o comprador, taxas e juros ainda reduzidos”.

Em infraestrutura, entre obras de saneamento realizadas estão adutoras e estações de tratamento de água e esgoto, como a ETE Barueri, SP, e o Sistema Gênesis em São Paulo.

 

Fonte: arandanet.com.br
Foto: arandanet.com.br