OBRAS PARA MELHORAR QUALIDADE DAS PRAIAS DA URCA E VERMELHA


O governo do Estado, através da Secretaria do Ambiente (SEA) e da Cedae, assinou no dia (28/05), na sede do Instituto Cravo Albin, contratos, em parceria com a Prefeitura do Rio, para executar as obras de modernização do Sistema de Esgotamento Sanitário das Praias da Urca e Vermelha, na Zona Sul. As intervenções fazem parte do Programa Sena Limpa, que visa melhorar a qualidade das águas de seis praias no Rio de Janeiro.

– Esta é, sem dúvida, mais uma obra que contribuirá para melhoria das condições de balneabilidade das águas das tradicionais praias do Rio de Janeiro, sendo passo importante para a despoluição da Baía de Guanabara. Neste sentido, é uma obra que vai ao encontro de históricas reivindicações da população local e dos compromissos assumidos pelo governo do estado com o Comitê Olímpico Internacional (COI), até mesmo porque funcionará concatenada com outros importantes projetos de despoluição da Baía de Guanabara que já estão sendo desenvolvidos, como a ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Alegria, no Caju, e a entrada em operação das ETE’s Pavuna e São Gonçalo – destacou o presidente da Cedae, Wagner Victer.

Orçadas em cerca de R$ 7 milhões, sendo R$ 1,3 milhão aplicado no sistema para a Praia Vermelha e R$ 5,6 milhões para a Praia da Urca, as obras a serem executadas pela Cedae em 12 meses (Urca) e seis meses (Praia Vermelha) serão desenvolvidas com recursos provenientes do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam).

– Quando começamos a detalhar o projeto sentamos com o governador Sérgio Cabral e com o vice-governador Luiz Fernando Pezão na dúvida de quais seriam as seis primeiras praias beneficiadas. Escolhemos as mais factíveis do ponto de vista da engenharia e que também fossem a cara do Rio de Janeiro e da carioquice – observou Victer.

Na avaliação do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Minc, o programa Sena Limpa, em parceria com a Prefeitura do Rio, está sendo essencial para mudar o cenário de praias “extremamente importantes para o cotidiano do carioca”.
– São praias com grande potencial para o turismo, lazer, emprego e meio ambiente. Praias sujas quebram a autoestima do carioca. Em dois anos teremos praias balneáveis em 90% do tempo – reforçou Minc.

Os esgotos coletados tanto na bacia da Praia da Urca como na bacia da Praia Vermelha serão conduzidos à Estação Elevatória da Urca, com capacidade de 100 litros por segundo, que será modernizada dentro das mais avançadas técnicas de automatização, de redução de consumo de energia elétrica, baixo nível de ruído e sistema de desodorização. Em seguida, os esgotos da Elevatória da Urca serão encaminhados, através do interceptor oceânico, para a Estação Elevatória André Azevedo, tendo como destinação final o Emissário Submarino de Ipanema.

Além da modernização da Estação Elevatória da Urca e da Estação Elevatória do Forte de São João, localizadas em área militar, no interior da Fortaleza de São João, será implantada nova linha de recalque para a Estação Elevatória da Urca em material resistente (polietileno de alta densidade/PEAD), com 1.900 metros de extensão e diâmetros de 355 mm.

Ao longo da Avenida Portugal será implantado novo coletor tronco em concreto armado, com 549 metros de extensão e 400 mm de diâmetro, assim como a substituição da rede existente com 380 mm de diâmetro por tronco com 500 mm numa extensão de 450 metros na Rua Otávio Correia.

Na área da Praia Vermelha, será implantado dois novos coletores de esgotos sanitários: ao longo da Pista Cláudio Coutinho, com 436 metros de extensão e 200 mm de diâmetro, e ao longo da Rua Ramon Franco, com 656 metros de extensão e 300 mm de diâmetro.

Estiveram presentes à assinatura dos contratos, além do presidente da Cedae, Wagner Victer; e do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Minc; o subsecretário do Ambiente, Gelson Serva; o subprefeito da Zona Sul, Bruno Ramos; e o presidente do Instituto Cravo Albin, Ricardo Cravo Albin.

Sena Limpa:

Lançado em 2012, com investimentos de R$ 150 milhões, o Programa Sena Limpa visa melhorar a qualidade das águas de seis das principais praias da orla do Rio até 2014. Trata-se de uma ação que é fruto da parceria do governo do estado com a Prefeitura do Rio e que vem sendo realizada em diferentes etapas para a recuperação ambiental das praias de São Conrado, Leblon, Ipanema, Leme e Urca, na Zona Sul, e da Praia da Bica, na Ilha do Governador, Zona Norte, situada dentro da Baía de Guanabara. O Programa Sena Limpa é um trabalho conjunto do governo do estado, através da Secretaria do Estado do Ambiente (SEA), Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e Cedae, com a Rio Águas e a Comlurb.


Fonte -Fonte: Cedae