Geral

Lei de criação do Polo de Desenvolvimento Econômico é sancionada em Cabo Frio


O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, sancionou, neste mês, a lei que cria o Polo de Desenvolvimento Econômico do município. Com área total de mais de 1,6 milhão de m², na Praia do Sudoeste, o empreendimento pretende estimular a instalação de novas empresas e a expansão das já existentes na cidade, além da geração de emprego e renda local.

O texto esclarece que a execução de atividades imobiliárias do Polo, bem como a implantação da infraestrutura necessária à instalação das empresas, ficará sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento de Cabo Frio (Codescaf). Ainda segundo a legislação, pessoas residentes em Cabo Frio deverão ser priorizadas nas futuras contratações.

“O Polo de Desenvolvimento, a operação do Porto do Forno, seja em navegação de cabotagem ou em longo curso, e o Aeroporto Internacional de Cabo Frio, juntos, ampliam significativamente as oportunidades de negócios na Região dos Lagos. Potencial, inclusive, para as áreas de logística e de petróleo e gás”, analisa Luiz Césio Caetano, presidente da Firjan Leste Fluminense.