Legislação

INEFICIÊNCIA QUE CUSTA CARO


Já pensou em quanta água se perde no caminho entre a estação de tratamento e a torneira da sua casa? Não é pouca coisa. Um estudo feito pelo Instituto Trata Brasil revela que quase 40% da água tratada no Brasil é desperdiçada. Um quadro imperdoável para um recurso tão precioso e cada vez mais escasso. A título de comparação, na Europa, essa taxa é de 15% e no Japão, de apenas 3%.
Ligações clandestinas, vazamentos, obras mal executadas e medições incorretas no consumo de água são as principais causas da perda de faturamento das empresas operadoras e dos estados. A pesquisa mostra ainda que uma redução de apenas 10% das perdas do país representaria uma receita de R$ 1,3 bilhão, o que representa quase metade do investimento feito em abastecimento de água no ano de 2010.
No Amapá, pior caso, uma redução de apenas 10% traria um ganho de R$ 8,3 milhões, ou seja, valor 6.135% maior do que o Estado investiu em água em 2010.
O estudo utiliza dados de 2010, que são os números oficiais mais recentes, e se baseiam nas perdas financeiras dos provedores dos serviços informadas ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades. Veja a seguir as perdas por estado:



Fonte -Fonte: Exame.com / Vanessa Barbosa