ESTADO INAUGURA “ÁGUA PARA TODOS” NA COMUNIDADE DO DENDÊ


Mais de 14 mil moradores da comunidade serão beneficiados pelo projeto da Cedae.

O Governo do Estado, através da Cedae, inaugurou no sábado (16/07), às
11h, na Rua Tupinambá, na Comunidade do Dendê, em Ilha do Governador, Zona
Norte, mais uma etapa do Programa Água para Todos – que visa aumentar a
oferta de água e regularizar a situação dos moradores – beneficiando
diretamente cerca de 14 mil habitantes.

– Esta é a sexta área beneficiada pelo Programa, cuja meta é fornecer água
potável a 140 comunidades. Já inauguramos o sistema nas comunidades do
Dona Marta, em Botafogo; Montserrat, em Vargem Grande; no Timbau, no
Complexo da Maré; no Barro Vermelho, em Santa Cruz; e Jardim Moriçaba,
Campo Grande. O programa já foi iniciado em outras 70 áreas carentes –
destacou o presidente da Cedae, Wagner Victer.

Nesta etapa da Comunidade do Dendê, dezenas de grandes vazamentos foram
corrigidos. A Cedae também instalou três macromedidores e reformou três
elevatórias (sistema de bombas).

Na recuperação das elevatórias, duas
bombas novas foram instaladas em cada uma das elevatórias. Além disso,
foi adotado um novo sistema para evitar danos provocados por alguma
variação de pressão na rede distribuidora da localidade.

A empresa ainda doou e colocou nos imóveis 105 de caixas d´água de 500 litros com tampas e bóias. Com isso, evitando o uso de latões com mangueiras, que não só
desperdiçam água como representam sério risco à saúde.


Foram recuperados três reservatórios, que receberam novos quadros
elétricos e válvula controladora de nível. E a exemplo das demais
comunidades carentes onde vem atuando, a Cedae realizou no Dendê palestras
sobre a história da água, dicas de uso racional e de preservação das redes
de água e esgoto.

Temas relacionados ao meio ambiente, à preservação dos recursos naturais e
do uso correto das redes também estão sendo levados a quatro escolas com
centenas de alunos e profissionais da Educação. Ações socioambientais
também foram feitas em cerca de 2.200 residências.


Fonte -Fonte: Cedae