Geral

Eólicas precisam treinar 480 mil pessoas para atender demanda global


Um relatório do Conselho Global de Energia Eólica (GWEC, na sigla em inglês) concluiu que a indústria eólica precisará treinar mais de 480 mil pessoas nos próximos cinco anos para atender à demanda do mercado global. Somente no Brasil, 3737 profissionais precisarão ser qualificados para sustentar a instalação programada de 9,7 GW adicionais de eólica onshore até 2025.

Segundo o GWEC, a tarefa não será difícil para o Brasil, pois em 2020 o mercado cresceu 101% e 13 prestadores de treinamento certificados formaram uma força de trabalho de mais de 5500 pessoas, segundo o documento. O relatório chama a atenção também para o nascimento do mercado eólico offshore no Brasil, que pode ter seu primeiro projeto de demonstração ainda na primeira metade desta década, com a efetiva entrada no mercado esperada para 2027. Os cálculos do estudo não levam em conta uma demanda de treinamento nessa modalidade.

Pelo relatório, mais de 70% da nova demanda global de treinamento de mão de obra virá dos 10 mercados analisados: Brasil, China, Japão, Índia, México, Marrocos, Arábia Saudita, África do Sul, Estados Unidos e Vietnã. Os mercados avaliados foram selecionados pela diversidade regional e por serem os maiores mercados eólicos do mundo, de alto crescimento ou emergentes.


Fonte: www.arandanet.com.br