Geral

Enel inaugura segunda fase da UFV São Gonçalo


Mais 133 MW foram ligados à rede, somando 731 MW. Até o fim do ano a potência instalada chegará a 864 MW, com mais uma seção da usina.

A Enel Green Power Brasil, subsidiária local de novas renováveis do grupo italiano, iniciou a operação comercial da expansão de 133 MW da usina solar fotovoltaica São Gonçalo. A usina já estava em operação desde janeiro de 2020 em São Gonçalo do Gurguéia, no Piauí, com a primeira fase da UFV de 475 MW. Com as duas fases concluídas, a capacidade instalada subiu para 731 MW.

A expansão envolveu investimento de R$ 422 milhões e teve início em agosto de 2019. No ano passado, em paralelo à conclusão da segunda fase do investimento, a Enel começou uma terceira expansão, de 256 MW, que deve iniciar operações ainda em 2021, elevando a capacidade total do empreendimento para 864 MW, o que o tornaria o maior parque de geração da empresa de capital misto controlada pelo governo italiano. Esta fase envolve um investimento de mais US$ 142 milhões.

Todo o parque solar São Gonçalo, com os 864 MW, será composto por mais de 2,2 milhões de módulos solares e, quando em pleno funcionamento, será capaz de gerar mais de 2,2 TWh anuais. A UFV é a primeira da Enel no Brasil a usar módulos solares bifaciais, que captam energia solar de ambos os lados, com um aumento esperado na geração de energia de até 18%. No Brasil, o grupo Enel tem uma capacidade instalada renovável total de mais de 3,4 GW, dos quais 1210 MW são eólicos, 979 MW solares e 1269 MW hídricos.

 

Fonte: arandanet.com.br