Geral

Copel compra complexo eólico no Rio Grande do Norte


A paranaense Copel assinou contrato para aquisição do complexo eólico Vilas, de 186,7 MW, da Voltalia, localizado no município de Serra do Mel (RN). Negociado em R$ 1,059 bilhão, a transação deverá ser finalizada em 30 de novembro de 2021.

Até o fechamento do negócio, a previsão é a de que todos os 55 aerogeradores dos cinco parques eólicos do complexo estejam instalados. A aquisição está sujeita ainda à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), de credores e outras condições usuais, incluindo a operação comercial de todos os parques.

Parte da energia do Complexo Eólico Vilas foi comercializada no mercado regulado, com início de suprimento em 2023 e 2024 e prazo de 20 anos. No mercado livre, até 2030, cerca de 51% da energia certificada já está contratada, restando cerca de 13% da energia disponível para novos contratos. Até o início do suprimento de energia no ambiente regulado em 2023 e 2024, a energia já está comercializada no ambiente livre.

Com mais este complexo, a Copel passa a ter 920,22 MW de capacidade geradora em usinas eólicas no Rio Grande do Norte. No estado, a partir de 2015, a companhia opera os Complexos Cutia (180,6 MW), Bento Miguel (132,3 MW), Brisa Potiguar (183,6 MW) e São Bento (94 MW) e tem 49% de participação no empreendimento São Miguel do Gostoso I (108 MW). Além disso, está em fase de instalação o Complexo Jandaíra (90,1 MW), com início de operação previsto para 2022.


Fonte: www.arandanet.com.br