Geral

Como a indústria automotiva contribui com o uso eficiente de água?


A Ecolab, por meio da sua divisão Nalco Water, convida o setor automotivo a repensar a sua cadeia produtiva, com foco no reúso, tratamento e reciclagem da água, em diferentes processos e operações.

Segundo Wagner Cunha Carvalho, diretor-executivo da W-Energy e membro do Ivepesp Instituto para a Valorização da Educação e da Pesquisa no Estado de São Paulo, um automóvel requer 400 mil litros de água para ser produzido no Brasil. O setor automotivo é um dos que mais consomem o recurso, seja no processo de montagem, pintura e instalação do motor, até a revisão geral de qualquer tipo de veículo.

“A água é um componente crítico para as empresas com as quais colaboramos, desde o momento em que entra em suas instalações até o momento em que, de forma adequada e segura, retorna ao meio ambiente. Usamos nossa ampla experiência e inovação para ajudá-los a gerenciar esse recurso e medir o sucesso, gota a gota”, disse Esteban Guáqueta, gerente de Marketing da Nalco Water para a América Latina.

Na pintura de carros, por exemplo, há um processo denominado cataforese, onde a carroceria dos veículos é submersa e submetida à tensão elétrica, que atrai as partículas da tinta, criando uma camada que protege os veículos contra a corrosão. Somente nesta etapa, podem ser utilizados até 60 mil litros de água.

A Ecolab atua em empresas mundiais do setor automotivo para tornar o consumo de água eficiente em suas fábricas e evitar o desperdício, trazendo uma redução no uso de água de até 30% por veículo. Em uma empresa multinacional automotiva, por exemplo, 10 bilhões de litros de água foram economizados desde o início da implementação das tecnologias e soluções da Nalco Water.

“Com a tecnologia 3D TRASAR, foi possível melhorar os banhos de tratamento antes do processo de pintura, o que ajudou a ter um controle constante no fluxo de água ao entrar em contato com o metal, evitando o desperdício”, esclarece Guáqueta.

A multinacional automotiva, cliente da Ecolab há 20 anos, economizou mais de 87 milhões de litros de água em apenas quatro meses, o equivalente ao consumo anual de 79 mil pessoas, além de gerar uma redução de US$ 200 mil nos custos operacionais, no mesmo período.

A Ecolab aderiu em 2019 ao movimento da ONU conhecido como “Business Ambition for 1.5°C: Our Only Future” e também ao programa Water Resilience Coalition. A meta é proporcionar, até 2030, uma economia de 1,13 trilhão de litros de água, o equivalente às necessidades de 1 bilhão de pessoas.


Fonte: www.arandanet.com.br