Geral

Califórnia lança maior programa de recarga de veículos elétricos dos EUA


Iniciativa da distribuidora de energia vai instalar 38 mil carregadores, sob investimento de US$ 436 milhões

 

Califórnia lança maior programa de recarga de veículos elétricos dos EUAO estado da Califórnia vai começar a implantar a maior infraestrutura de carregamento de veículos elétricos dos Estados Unidos. A cargo da concessionária de distribuição SCE – Southern California Edison, o programa pretende instalar 38 mil carregadores em toda a área de cobertura da distribuidora, que envolve 129 mil km2.

O programa, batizado de Charge Ready 2, é uma expansão de projeto piloto lançado há três anos e que resultou na instalação de mais de 1800 carregadores em mais de 100 localidades na Califórnia. Durante essa fase, foram constituídas parcerias com empresas, governos locais e outras organizações.

Para a fase em escala real, o programa demandará investimento de US$ 436 milhões e se concentrará em fornecer infraestrutura de carregamento em locais de trabalho, estacionamentos públicos, condomínios, escolas, hospitais e bases próximas a entradas de estradas.

O programa atende política pública de eletrificação da mobilidade na Califórnia, que visa em 25 anos ter 76% do total de carros em suas estradas com motorização elétrica, o que dará cerca de 26 milhões de veículos. A distribuidora SCE é responsável pela instalação e manutenção das estações de recarga e oferece descontos para reduzir os custos operacionais dos participantes do programa, ou seja, os proprietários dos estabelecimentos onde ficarão os carregadores.

Além disso, a concessionária está oferecendo mais descontos para instalação de sistemas de carregamento em condomínios residenciais em construção e tem a meta de colocar 50% das estações em comunidades carentes designadas pelo estado ou comunidades que comprovadamente mais sofrem com os efeitos da poluição do ar.

Para carregamento de baterias de veículos pesados, ônibus, caminhões ou equipamentos industriais off-road, a SCE lançou no passado outro programa, o Charge Ready Transport, que visa adicionar cobrança para suportar 8940 veículos médios e pesados em um período de cinco anos. O investimento aí será de US$ 356 milhões.

 

Fonte: www.arandanet.com.br