Energia elétrica

AUMENTA DEMANDA DE EMPRESAS POR GÁS NATURAL


O ainda incipiente mercado de gás natural para climatização de ambientes e cogeração de energia foi alavancado nos últimos meses pela crise hídrica. “Desde outubro de 2014, com o estresse do setor elétrico, sentimos um aumento de 15% na solicitação de estudos para a implantação de sistemas a gás”, afirma Ricardo Augusto Michelin, da Comgás.

A empresa projeta que o crescimento da demanda se acelere em 2015. Grande parte das companhias recorrem ao gás natural como fonte de energia para seus equipamentos de ar-condicionado. “Esses aparelhos são responsáveis por 40% a 50% do consumo de um empreendimento”, acrescenta Michelin. Hoje, a Comgás tem 71 clientes no segmento de climatização e 55 no de geração. Em 2014, foram ligados 18 novos projetos. A média anual até então era de sete. Para 2015, são projetados 30.

A maior procura vem de shoppings, indústrias e hotéis, que também pretendem diminuir seus gastos com energia ao adotar o gás. “O gás é usado no horário de pico do consumo, entre as 17h30 e as 20h30, quando a energia de concessionárias pode custar até seis vezes mais que em outros horários”.

A Gasmig e a SC Gás (que atuam em Minas e em Santa Catarina, respectivamente) também perceberam um aumento do interesse pelo produto para cogeração e para sistemas de ar condicionado. “O empresário vê a lógica que estamos atravessando, fica inseguro e vê o gás como alternativa”, diz o presidente da SC Gás, Cosme Polêse.


Fonte -Fonte: Gás Net