noticias

índice

IGP-M sobe 0,76% na 2ª prévia com pressão no atacado e no varejo

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,76 por cento na segunda prévia de janeiro, acelerando ante a alta a 0,41 por cento no mesmo período de apuração do mês anterior, com maior pressão tanto dos preços no atacado quanto no varejo.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta quinta-feira que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, avançou 0,91 por cento no período, depois de ter subido 0,53 por cento na segunda prévia de dezembro.

No IPA, os Bens Finais passaram a avançar 0,56 por cento, apagando o recuo de 0,28 por cento registrado no mês passado, especialmente pelo comportamento do subgrupo alimentos in natura.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30 por cento no índice geral, mostrou maior pressão ao subir 0,57 por cento, depois de alta de 0,12 por cento no período de apuração de dezembro.