Notícias

Construção Civil

Empresários da Construção debatem ações voltadas à melhoria da competitividade

O Sistema FIRJAN vem desenvolvendo práticas que buscam melhorar o ambiente de negócios no estado do Rio e fortalecer a competitividade industrial. As atividades relacionadas ao Mapa do Desenvolvimento 2016 – 2025 foram debatidas durante a reunião do Conselho Empresarial da Indústria da Construção, que também abordou ações relativas aos pilares de educação, inovação e competitividade.

Hozana Cavalcante, gerente de Educação Básica do Sistema FIRJAN, explicou a eficiência de completar o ensino básico do colaborador em seu ambiente de trabalho: “Nosso projeto busca criar uma educação que seja contextualizada com o dia a dia desses trabalhadores. Isso aumenta a produtividade dentro da indústria”.

Outro ponto ressaltado por Hozana é que, no âmbito da Educação de Jovens e Adultos (EJA) o SESI é a única instituição de ensino que pode certificar o aluno após a conclusão do ensino médio a partir de avaliações feitas pela escola: “A partir de agora, temos a Certificação de Saberes, metodologia que constitui a primeira etapa do curso, que permite diagnosticar se é possível abreviar o tempo de estudo do trabalhador , considerando os conhecimentos adquiridos por ele ao longo de sua trajetória profissional e de vida. Um processo muito similar a certificação de competências que é realizado pelo SENAI”.

Roberto Kauffmann, presidente do Conselho, destacou os diferenciais da metodologia do SESI. Para ele, esse é um trabalho fundamental para o desenvolvimento industrial fluminense. “A Escola SESI é uma grande oportunidade para a indústria elevar o nível educacional de nossos trabalhadores”, disse ele, que também preside o Sindicato da Indústria da Construção no Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio).