noticias

Geral

Brasil encara dura realidade em meio a ressaca dos Jogos

Com um Carnaval no Olimpo, o Brasil se despediu dos Jogos do Rio e voltou nesta segunda-feira a encarar a dura realidade: muitas contas a pagar em meio a uma forte recessão, e a um passo do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

Em uma exuberante festa colorida, que levou o sambódromo para dentro do Maracanã, cerca de 70.000 pessoas deram adeus aos Jogos sob uma forte chuva e ventos de mais de 100 km por hora.

“Foram Jogos maravilhosos na cidade maravilhosa”, declarou o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, antes de a chama olímpica ser definitivamente apagada no Maracanã. “Os brasileiros transformaram essa competição em uma festa para todo o mundo”, acrescentou.

Como Tóquio receberá os Jogos Olímpicos em 2020, o posto foi entregue ao primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, que surpreendeu o mundo ao chegar no estádio fantasiado do personagem de videogame Mario Bros.

A maioria dos brasileiros ficou orgulhosa da imagem que o país mostrou ao mundo, mas também acha que as Olimpíadas geraram mais problemas do que coisas boas, segundo uma pesquisa do Ibope divulgada no último domingo.

Para 62% dos entrevistados, os Jogos foram mais negativos que positivos, enquanto 57% consideraram que melhoraram a imagem do Brasil internacionalmente, segundo mostrou a pesquisa publicada no jornal O Estado de São Paulo.

O país, que ainda é palco de desigualdades, vive uma desemprego recorde, umainflação que é o dobro da meta oficial e a pior recessão em quase um século. Após a festa, chega a hora de pagar as contas.

 

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/brasil-encara-dura-realidade-em-meio-a-ressaca-dos-jogos