Gás

Brasil investirá R$ 1,5 trilhão em petróleo e gás até 2027, diz ministro de Minas e Energia


RIO – O ministro de Minas e Energia , Bento Albuquerque, disse nesta sexta-feira que o Brasil vai investir R$ 1,5 trilhão em petróleo e gás até 2027, outros R$ 550 bilhões no setor de geração e transmissão de energia elétrica e mais R$ 80 bilhões no setor mineral. O ministro participa de evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

– Só Brasil, Estados Unidos e Rússia têm tecnologia e recursos para desenvolver a geração de energia nuclear. Usinas ocupam áreas pequenas e nosso combustível é nacional – destacou Bento Albuquerque.

O ministro afirmou ainda que no dia 10 de dezembro deverá ser lançado o Plano Decenal 2030, que está sendo elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética. Sobre Angra 3, o ministro reafirmou que o planejamento para definir o modelo de conclusão das obras da usina nuclear está sendo realizado.

Angra 3
O presidente da Eletronuclear, Leonam dos Santos Guimarães, disse que espera chegar neste mês ao modelo de negócios que será adotado para retomar as obras de Angra 3. Segundo ele, a expectativa é que a assinatura dos contratos com os futuros parceiros, ainda não definidos, ocorra até o fim do próximo ano .

Pelo cronograma em andamento, o objetivo é publicar o edital que escolherá os parceiros que vão concluir as obras da usina até o fim deste ano. Várias empresas internacionais manifestaram interesse na parceria, entre elas americanas, francesas, chinesas e russas.

Segundo Leonam, até o momento já foram gastos R$ 10 bilhões nas obras de Angra 3, que foram iniciadas na década de 80. O presidente da Eletronuclear acrescentou que, para a conclusão da usina, serão necessários R$ 15 bilhões. O executivo, que participa de encontro com empresários junto com o ministro de Minbas e Energia, enfatizou, porém que, se a usina não for concluída, serão gastos mais de R$ 10 bilhões. Atualmente, as obras de Angra 3 estão 62% prontas.

 

Fonte: O Globo